quarta-feira, 23 de abril de 2008

Arnaldo Jabor comenta no Jornal da Globo.



Jabor tem lá seus criticos, e vários não gostam dele. Mas ontem assistindo o Jornal da Globo, senti que além de um crítico , Jabor estava ali como cidadão indignado com a atual brutalidade que estamos vendo diáriamente na televisão, como se fosse uma novela, em que torcemos para um único final.

Lembra também de outras atrocidades que já vimos, ouvimos , cansamos e esquecemos e hoje estão os assassinos por ae, livres.

Porém, a justiça pode tardar, mas acredito que nesse caso, não falhe!


1 Comentou. Comente você também.:

Voltaire Rebelado de França disse...

Jabor se comporta como um fascista. Sua indignação deve ser pessoal e ele não deve incitar as pessoas a acreditar que os direitos que elas mesmas têm (como a defesa e o processo) são os grandes problemas da nação. A visão dele, enquanto jornalista é irresponsável. Só porque ele mesmo tem ânsias de linchamento, não significa que todo o Brasil também precise ter...